CAPA

COBOGÓS DE VOLTA REPAGINADOS

Inspirando o dia…

Os elementos garantem espaços arejados, iluminados e muita beleza!

O cobogó é um elemento vazado, quando colocados uns sobre os outros formam painéis lindíssimos que permitem a passagem de luz e ventilação controlada. Outra característica é manter uma certa privacidade do ambiente interno.

Criado na década de 20 ganhou popularidade nas décadas de 50 e 60 quando foi utilizado nas obras de grandes arquitetos modernistas. Elemento  marcante na história da arquitetura brasileira,  o cobogó é uma invenção pernambucana. O nome é uma junção das iniciais dos sobrenomes de três engenheiros: Amadeu Oliveira Coimbra, Ernest August Boeckmann e Antônio de Góis que registraram a patente e o nome em 1929.

pedregulho

Edifício Pedregulho, projetado pelo arquiteto Affonso Eduardo Reidy.  Neste projeto a função do cobogó é otimizar a insolação direta recebida na fachada. O elemento ainda proporciona conforto visual com as sombras que se formam no corredor de acesso aos apartamentos.

Bretagne

Edifício Bretagne, projetado pelo arquiteto João Artacho Jurado. Neste projeto foi utilizado como elemento estético nas áreas de uso comum do edifício.

Hoje, os cobogós passaram por uma releitura e estão presentes em ambientes internos e externos, em paredes, fachadas e até mesmo em divisórias criando uma estética agradável e proporcionando um efeito de sombra e espaço.  O design é contemporâneo, mas ao mesmo tempo nos transmitem uma atmosfera retrô.

5

42

37

41

Tornaram-se uma tendência podendo ser encontrados numa infinidade de modelos e materiais como: porcelana, vidro, mármore, argila, cerâmica, ferro, concreto, resinas.

Unindo beleza e tecnologia avançada estão disponíveis em diversas cores, formatos e tamanhos. Quando utilizados de forma criativa o resultado será inusitado e com certeza os ambientes serão personalizados e inspiradores.

10

33

38

34

40

39

12

11

43

Imagens:

casa.abril.com.br

casaejardim.globo.br

casavoghe.globo.br

manufatti.com.br

vilabacana.com.br

Compartilhar:Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInTweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone

Deixe um comentário